30 de ago de 2013

RECANTO DA ESTIVA!!!

Fotografias tiradas no Sítio da Estiva. Lugar de encontros e afagos eternos...
Lugar de família, lugar de amor!
Cada foto remete a um sentimento, lugar, a gestos e a dinâmica da vida que por ali circula...
Vamos desbravar!



Introduzo a todos a imensidão desse serrado em junção com o reluzente azul do céu, consolidado e em transformação.


No arraial próximo a acolhida é longa e as estradas vão em direção ao que é sagrado e sublime.







O encontro da tarde com a noite é uma explosão de orgasmo com a união dos períodos que regem os tempos e compassos do lugar.









O olhar para o azul pode ser borrado por amarelos e verdes entrelaçados ao compasso da brisa.



O infinito vem ao encontro de quem se encoraja a contemplar anglos pouco explorados.









De pertinho o mundo fica sinestésico e prático.












É possível olhar nos olhos de quem te encara e perceber-se grandioso.



A sede dos encontros que irradiam emoções e tantos "causos" inclusos e dispersos.



É possível "espiá" de longe e sentir.



De dentro para fora a luz envolve e te abraça.



Um reforço para os pés exaustos, depois de um dia desbravando tanto encanto.



Sejam bem vindos, sejam plenos, sejam abraçados.




Há espaço para se pensar muito melhor. Confraternizar muito melhor.








Há artefatos indispensáveis,



... rodeado por coisas simples,






... improvisações necessárias,



... e criações úteis.





O simbólico está presente e as escolhas também.



 Os detalhes impressionam,



... e a harmonização é feita por si só.



Apesar dos caminhos tortuosos, que desembocam no crú e simples do mundo, os pés são sempre guiados e firmados com precisão no destino traçado! Há um tempo, todo processo de construção desse espaço para a família era visto como inviável, trabalhoso e até penoso. Hoje ele tá aí, erguido, em constante transformação e pronto para acolher, afagar até as mais remotas possibilidades de paz...
Sejam realmente bem vindos!!!



23 de abr de 2013

Coisas da Roça - Vargem do Amargoso

 Sua dimensão funde ao espaço


O complemento da alma derrete-se em vontades plenas


 A dimensão é um dever sublime e escorre na simplicidade


Há como perceber o irremediável


 Consumir todo estoque de fantasias: sorridente e completo


 Não está longe e chega a carregar um colossal


 Chega ao infinito e lambuza a cara sem receio


 Envolve e preenche os passos


 Faz parte de um sentido


 Transborda do universo e para o universo


 Completa, cria e constrói


 Completa, cria e salva


 Explode, acaricia e cerca


 Depois banha-se no amor


 Banha-se na dimensão conquistada


 Na dimensão completada, pura e radiante


 Canaliza as infusões e corações


 Cria alternativas de conquistas


 Cerca-se de proteção


 Propõe formas de vida


 Está em todos os pontos essenciais


 Levanta, leva e envolve


 Converge a alma abissal


 Guarda pelo olhar da natureza



 Surge de outras perspectivas


 E de perspectivas outras


 Seduz a desviar o olhar


 Seduz a sublimar ainda mais os olhos


 Seduz por si só


 Mesmo que as vezes maltratada...


 Ressurge grata e sólida


 Vê apenas


 Passeia apenas


 Verifica outrora


 Saboreia o redor


 Unge de união


 Leva a expressão ao exímio limite


 Porém o espaço e simples


 O espaço é simplório


 Permite imaginar


 Possui portas destravadas e que permite a luz



 Janelas acolhedoras


 Moradores inusitados...


 Não menos harmônico


 É sempre surpreendente...


 Em outros cantos o banho matinal é o presente


 O pudor pode até fica ausente


 O fazer matinal é frequente


 A decoração complementa


 A decoração se assenta


 A decoração se apresenta


 E tudo guarda, tudo caminha, tudo percorre...


E misturado a tudo existe calorosos abraços!


Fotos tiradas com um dispositivo móvel (vulgo celular, ou smartphone, como queiram) de um recanto familiar que permite o "eu em nós"... Um olhar de onde venho, vou e irei para me energizar. Sítio Vargem do Amargoso. Arquivo pessoal.