28 de mai de 2011

Galeria Pessoal

Em um momento devastador de minha vida descobri que eu poderia poduzir traços a base de tinta a óleo. Então com um saculejo de amigo, minha querida Zk (que sempre ajudou meu coração a pulsar), introduziu em minha história alguns traços que são impossíveis de serem apagados:


Essas foram as primeiras pinceladas... lembro da tela apoiada em uma escada feita de parajú. Era como se me dissesse: "É para você mesmo meu rapaz, coloque cor em sua vida". E nós (ZK e Eu), com uma técnica de espancar a tela com o pincel para tentar chegar em algum tom. Foi único!!!



Já com uma coragem de dar inveja decidi seguir sozinho. Comprei uma tela e algumas cores extras. Aí estava eu pelas madrugadas pintando, acompanhado de Janis Joplin, uma garrafa de vinho e com o telefone do lado (para eu ligar para ZK quando eu não conseguia fazer algo na tela)



Enfim a terceira obra. Um ser corajoso. Essa foi a mais ultrajante. Primeiro que minha querida Silvia (que por sinal é uma artista de grandeza ímpar e um ser humano lindo) é que me ajudou a traçar com um lápis todos esses contornos. Depois minha conta de telefone ficou devera cara de tantas vezes que liguei para meu Porto Seguro (ZK, claro!) reclamando dos traços que eu não conseguia produzir (que nessa hora eu não sabia se era pela inexperiência ou pelo vinho que já estava subindo).



E veio o Pierrot (cópia de um quadro que decorava a sala da casa de Tia Sônia... kkkk)... e descobri que sentia algo por imagens com expressão... como a de palhaços tristes!



Essa veio por encomenda de Vovó... mas descobri que fazer uma flor é algo tão devastador como um anjo!!!




Últimos traços até então... Esse está pinturado e iluminando o quarto de Rafeto (que sorte a sua hein rapazim... hehehe)


Estou descobrindo que meu amadorismo para as telas vai seguir adiante, com o cavalete pronto, pinceis a postos, vinho comprado e Janis Joplin pronta para rasgar os cômodos de meu apartamento (que por sinal tornou-se um estímulo para esse meu vício).
 Aguardem... em breve algo novo será produzido! Assim espero...

OBS: grandiosos beijos para ZK, Silvia, Cissa e Tia Sônia que foram verdadeiros faróis encandescentes para que eu conseguissse gritar, produzir e não me deixar consumir pelo desespero!!!!










2 comentários:

  1. Você é genial, Jubert! E lindo! E maravilhoso! E intenso! (Isso é só para o caso de ter dúvidas sobre qual foi o leitor que marcou todas as opções de reações existentes no seu blog!)

    E que delícia ver estes quadros, ler sobre a ZK tão querida e sentir saudades...

    ResponderExcluir
  2. Me sinto tão emocionada de ver que a semente germinou, amo seu jeito de expor na tela o que esta sentindo, fico muuuuito feliz meu "pupilo". Beijos!!!!

    ResponderExcluir